Resenha: As três partes de Grace

Frederico Gayer Machado de Araujo nos revelou suas leituras recentes e resenhou positivamente o premiado romance de Robin Benway “As três partes de Grace”, romance publicado no Brasil pela editora Galera Record.

Trata-se da história de Grace, uma garota de 17 anos que acaba de dar à luz a sua filha. Frederico Gayer Machado de Araujo conta que, por se tratar de uma gravidez na adolescência, ela entrega a criança para adoção, assim como sua mãe biológica fez quando a teve. E como se isso já não fosse emoção suficiente em sua vida, ela descobre que tem dois irmãos: Maya e Joaquin.

A história gira em torno de Grace e seus irmãos, descobrindo suas raízes e lidando com os fantasmas do passado. Frederico Gayer Machado de Araujo revela que Joaquin foi o único dos três que não foi adotado ainda novo, tendo de passar por mais coisas do que uma criança/adolescente deveria. Já Maya, nunca se sentiu como parte de sua família adotiva, já que era a única com cabelos ruivos e que não possuía semelhanças com a família e, para piorar, se culpa pelo divórcio de seus pais.

Frederico Gayer Machado de Araujo conta que a escrita de Robin Benway é fluida e emocionante, capaz de levar qualquer pessoa às lágrimas.

É uma história de autoconhecimento, de raízes, família e amizade, entre personagens humanos e complexos, Frederico Gayer Machado de Araujo revela que há uma ótima construção, principalmente dos personagens secundários, que se mostram extremamente importantes no decorrer da história.

Frederico Gayer Machado de Araujo diz, ainda, que o livro conta com capítulos rápidos e profundos, o que faz com que você devore as páginas do livro em dias (ou até mesmo horas). “As três partes de Grace” é uma obra única, e Rafael Libman recomenda a todos que estão em busca de um livro com histórias “reais”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui