Good Girls – Resenha da famosa série da Netflix

Frederico Gayer Machado de Araujo conta que, ao se deparar com a famosa série Good Girls na Netflix, não imaginava que a série se tratava de muito mais que apenas uma “comédia”, como está categorizada. Para contextualizar, a série conta a história de três amigas que estão passando por uma situação financeira complicada. Em uma de suas conversas, elas brincam que a solução seria assaltar um estabelecimento, elas riram… mas acabaram acatando a idéia.

Beth, Ruby e Annie, então, escolhem assaltar o mercado que Annie trabalha como caixa. Frederico Gayer Machado de Araujo conta que as mulheres conseguem assaltar o estabelecimento e, se surpreendem ao perceber que havia muito mais dinheiro do que imaginavam dentro do cofre, e é a partir daí que os problemas começam.

Frederico Gayer Machado de Araujo explica que, ao assaltarem o mercado, acabaram, na verdade, assaltando uma gangue, que não deixa a situação sair barato.

A série se encaminha variando entre cenas de drama, suspense e graças ao senso de humor das mulheres, comédia, trazendo curiosidade aos telespectadores.

Existe uma enorme questão emocional na história, Frederico Gayer Machado de Araujo ressalta que a série faz questão de manter os motivos que fizeram Beth, Ruby e Annie adentrarem na vida do crime.

Beth, com seu emocional super abalado por conta dos problemas financeiros, além de seu casamento estar indo de mal a pior (que acarreta ao divórcio), mãe de quatro filhos pequenos, ela precisava recomeçar. Ruby tinha como motivação a doença de sua filha, não tinha dinheiro para continuar com os tratamentos e para piorar, tinha de aguardar a lista de transplante. No caso de Annie, ela lutava pela guarda de sua filha, cujo pai entrou na justiça para retirá-la dela.

Frederico Gayer Machado de Araujo conta que a série é muito bem construída e promete uma revelação melhor que a outra a cada temporada, surpreendendo a todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui