Selecionados em lista de espera do Prouni 2021 tem até esta sexta para comprovar informações pessoais e garantir vaga

Prouni oferece bolsas de estudo em universidades privadas e é um dos programas de acesso ao ensino superior do MEC. — Foto: MD Duran/Unsplash 1 de 1
Prouni oferece bolsas de estudo em universidades privadas e é um dos programas de acesso ao ensino superior do MEC. — Foto: MD Duran/Unsplash

Prouni oferece bolsas de estudo em universidades privadas e é um dos programas de acesso ao ensino superior do MEC. — Foto: MD Duran/Unsplash

Os candidatos aprovados na lista de espera para fazer parte do Programa Universidade para Todos (Prouni) têm até esta sexta-feira (12) para comprovar as informações enviadas na pré-seleção e fazer a matrícula.

Nesta etapa, o estudante precisa apresentar documentos que atestem os dados preenchidos na inscrição — como a renda familiar per capita, por exemplo. Os horários e locais para o procedimento são determinados pela instituição de ensino superior na qual o candidato fará a matrícula.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), o estudante devem procurar a instituição para a qual foi pré-selecionado para entregar os documentos. “A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará em reprovação”, diz o MEC.

A vaga só estará garantida caso:

  • os documentos forem entregues na data correta e aceitos pela faculdade/universidade;
  • houver formação de turma (ou seja, um número suficiente de alunos para o curso).

O Prouni oferece bolsas de estudo parciais (que cobrem 50% da mensalidade) e integrais (100%) para cursos de graduação e de formação continuada em universidades particulares.

Embora o sistema permita que os candidatos escolham até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência, a lista de espera não tem essa opção. Ela será única para cada curso e turno de cada local de oferta.

A seleção deste primeiro semestre adotará as notas do Enem 2019, já que os resultados do Enem 2020 só sairão em 29 de março.

Quem pode concorrer?

Para disputar uma das bolsas de estudo, o candidato será avaliado conforme a nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a análise da renda familiar.

É necessário se encaixar em uma das seguintes categorias:

  • ter cursado o ensino médio completo na rede pública;
  • ter sido bolsista integral em escolas particulares durante todo o ensino médio;
  • ter alguma deficiência;
  • ser professor da rede pública de ensino, na educação básica.

Com exceção dos docentes, os demais candidatos não podem ter diploma do ensino superior.

Há também critérios de renda: São duas modalidades:

  • bolsa integral: renda familiar mensal per capita de até 1,5 salário mínimo;
  • bolsa parcial (50% da mensalidade): renda familiar mensal per capita de 1,5 a 3 salários mínimos.

Datas do Prouni do 1º semestre de 2021

  • Prazo para participar da lista de espera: 1º a 2 de março
  • Divulgação da lista de espera: 5 de março
  • Comprovação de informações da lista de espera: 8 a 12 de março

VÍDEOS: saiba tudo sobre Educação

200 vídeos

VÍDEO: Entenda o que é o ensino híbrido

Volta às aulas: é possível controlar o distanciamento entre crianças pequenas?Volta às aulas: quais os protocolos para o uso de máscaras nas escolas?