Jovem de descendência quilombola em Sergipe conquista 1º lugar em medicina da UFS


Williston Augusto, de 18 anos, nasceu no Povoado Malhada dos Negros, em São Miguel do Aleixo. Estudante descendente de quilombolas é aprovado em primeiro lugar em medicina na UFS
Seduc
O estudante sergipano de descendência quilombola, Williston Augusto de Jesus Augustinho, 18 anos, conquistou o primeiro lugar em Medicina na Universidade Federal de Sergipe (UFS).
Filho de agricultor e professora, morador do município de São Miguel do Aleixo, ele conta que a mãe, primeira pessoa da família a conseguir um diploma de ensino superior, influenciou bastante na vida dele. “Ela sempre dizia que através da educação é que a gente iria melhorar de vida, foi assim com ela. Vi nos estudos, e também na medicina, uma forma de melhorar ainda mais a minha vida e a da minha família”, disse Augusto.
Sergipano se forma em medicina aos 20 anos
Ele acredita que o feito alcançado pode influenciar outras pessoas das comunidades de descendência quilombola a buscarem mais o estudo. “Eu acho que agora eu sou um exemplo. Isso vai dar energia e força para a comunidade buscar uma melhor qualidade de ensino e de vida”, enfatizou.
Segundo o estudante, a participação dele na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, ajudou-o a garantir bolsas de estudos do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica aos estudantes de Ensino Médio (PibicJr), que contribuíram para a sua bagagem educacional. Já o gosto pela medicina veio através do aprendizado com uma professora de química e da facilidade nos estudos com as Ciências Humanas e da Natureza.
Aluno do Centro de Excelência Miguel das Graças, ele afirma que o estudo integral fez a diferença para alcançar a meta de ser aprovado em um curso tão concorrido. “Sem dúvida me ajudou bastante! Sem ele eu não conseguiria alcançar esse feito. Fomos a primeira turma a ter o ensino médio integral e acho que fui bem”, finalizou Williston.