Estudante de Piracicaba chega atrasada no Enem após confundir horários: 'Frustração'

Helen Melissa Oliveira, de 18 anos, quer ingressar no curso de psicologia — Foto: Rafael Bitencourt/G1 1 de 1
Helen Melissa Oliveira, de 18 anos, quer ingressar no curso de psicologia — Foto: Rafael Bitencourt/G1

Helen Melissa Oliveira, de 18 anos, quer ingressar no curso de psicologia — Foto: Rafael Bitencourt/G1

Uma candidata do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) perdeu o primeiro dia da prova, neste domingo (17), após confundir os horários de fechamento dos portões e chegar atrasada à Faculdade Anhanguera, em Piracicaba (SP).

Helen Melissa Oliveira, de 18 anos, chegou no local de prova dez minutos depois dos portões já estarem fechados. Ao G1, ela lamentou o atraso e contou que se preparou para buscar uma vaga no curso de psicologia.

“Achei que poderia entrar até às 13h30. O sentimento é de frustração, me preparei o ano de 2020 inteiro”, diz a jovem.

Primeiro dia de prova

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), nas seis cidades da região Piracicaba onde a prova será aplicada, há 19.897 candidatos. Por conta da pandemia da Covid-19, o exame, que normalmente ocorre entre outubro e novembro, foi adiado para janeiro.

Outra medida tomada em decorrência do coronavírus é a antecipação da abertura dos portões, que normalmente abrem ao meio-dia. Para evitar aglomerações, nesta edição os candidatos puderam entrar nos locais de prova a partir das 11h30.

Neste primeiro domingo os candidatos fazem as provas de ciências humanas (45 questões), linguagens e códigos (45 questões, 5 delas são de língua estrangeira) e redação.

VÍDEOS: mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias

200 vídeos

VÍDEO: Imagens mostram local onde corpo de jovem desaparecida na Penha foi encontrado

VÍDEO: 'Ele poderia me tirar pelo menos a dor de pai', diz homem sobre filha desaparecidaVídeo mostra momento em que policial rodoviário federal é assassinado, no Recife