Enem: abstenção no 2º dia sobe no Amapá e chega a 55,9% de candidatos faltosos


Número de ausências foi maior que no primeiro dia, segundo o Inep. Quem perdeu a prova por lotação ou por diagnóstico de Covid-19 pode pedir reaplicação das provas. Medidas de proteção contra Covid-19 em cartaz na entrada da escola Gabriel de Almeida Café, em Macapá
Victor Vidigal/G1
O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Amapá, no domingo (24), teve nova abstenção recorde, superior à do primeiro dia, em 17 de janeiro. De acordo com balanço, 55,9% dos inscritos deixou de comparecer aos locais de aplicação, espalhados por 8 municípios.
O Instituto Nacional de Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), organizador do exame informou que 25.966 dos 46.483 candidatos não realizaram as provas. No primeiro dia, a abstenção foi de 53,9%.
FOTOS: veja como foi o 2º dia do Enem 2020 em Macapá
Durante a realização da prova, muitos locais de prova não apresentavam lotação, nem grandes aglomerações, embora alguns candidatos tenham reclamado de muitos candidatos por sala, mesmo com a grande abstenção, com ausência de 11 a cada 20 inscritos.
A prova do domingo (24) teve questões de matemática e ciências da natureza e o anterior reuniu ciências humanas, linguagens e redação.
Veja o gabarito extraoficial do segundo domingo de Enem
Veja o gabarito extraoficial do primeiro domingo de Enem
A média de abstenção no Amapá ficou pouco acima da média nacional (55,3%). O índice de faltosos foi considerado dentro do esperado pelo ministro da educação Milton Ribeiro, que elencou a pandemia e a crise financeira como fatores.
Reaplicação da prova
Abre nesta segunda-feira (25), o prazo para reaplicação do exame, destinado aos candidatos que enfrentaram problemas para realizar nos dois últimos domingos, como:
quem perdeu o Enem por problemas de infraestrutura, como as salas lotadas no domingo passado ou falta de luz nos locais de prova
quem teve diagnóstico de Covid ou doenças infectocontagiosas na véspera do exame.
O pedido deve ser feito na Página do Participante. Cada caso será analisado pelo Inep.
Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá
ASSISTA abaixo o que foi destaque no AP: