'É difícil, mas a vontade de passar é maior', diz idosa de 67 anos sobre preparação do Enem na pandemia

Idosa de 67 anos presta Enem pela terceira vez em Teresina — Foto: Artur Ribeiro/G1 PI 1 de 2
Idosa de 67 anos presta Enem pela terceira vez em Teresina — Foto: Artur Ribeiro/G1 PI

Idosa de 67 anos presta Enem pela terceira vez em Teresina — Foto: Artur Ribeiro/G1 PI

Maria Gorete Aires Leal, 67 anos, vai prestar pela terceira vez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A candidata sonha em fazer o curso de matemática e se preparou em casa com livros e vídeos na internet.

“É difícil, mas a vontade de passar é maior. Por isso eu vim, estudei em casa, gosto de matemática e com fé em Deus vou passar. A gente fica com medo de fazer a prova na pandemia, mas é o jeito”, declarou.

A idosa contou que não conseguiu acompanhar as aulas presenciais porque precisava cuidar da bisneta. Moradora do bairro Acarape, Zona Leste de Teresina, ela chegou a pé na Universidade Estadual do Piauí (Uespi) para o segundo dia de provas do Enem.

Maria Gorete pretende vaga no curso de matemática — Foto: Artur Ribeiro/G1 PI 2 de 2
Maria Gorete pretende vaga no curso de matemática — Foto: Artur Ribeiro/G1 PI

Maria Gorete pretende vaga no curso de matemática — Foto: Artur Ribeiro/G1 PI

Neste segundo dia, serão 5h de prova. As provas serão as de ciências da natureza e matemática. No primeiro dia, no último domingo (17), foram 5h30 de duração, com a aplicação das questões de linguagem, ciências humanas, além da redação.

VÍDEOS: saiba tudo sobre o Enem 2020

39 vídeos

Mais de 2,5 milhões de estudantes fazem no domingo a segunda prova do Enem

Candidatos contam que foram impedidos de fazer a prova do enem por causa de salas lotadasPrimeiro dia do Enem tem abstenção recorde de 51%