Alunos de escolas públicas do PA relatam que não tiveram acesso à internet para o preparatório do Enem

Estudantes enfrentam dificuldades com aulas remotas de rede estadual no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal 1 de 1
Estudantes enfrentam dificuldades com aulas remotas de rede estadual no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Estudantes enfrentam dificuldades com aulas remotas de rede estadual no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Estudantes que cursam o ensino médio em escolas da rede pública do Pará relataram que não tiveram acesso à internet para realizar a preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os candidatos contam que não receberam os chips com pacotes de dados prometidos pelo governo do Estado e que apenas alunos de escolas do centro da cidade teriam recebido o benefício.

Sobre a denúncia, o G1 entrou em contato com a Secretaria de Saúde do Pará (Seduc) e aguarda retorno.

Os chips com pacote de dados foram oferecidos após a suspensão das aulas presenciais na rede pública, devido à pandemia de Covid-19. Segundo o governo, todos os estudantes do terceiro ano do ensino médio receberiam os chips de celular, para a preparação para as provas do Enem.

No entanto, os estudantes relataram que a distribuição foi desigual e não atendeu todas as escolas públicas do estado.

“Não consegui os pacotes de dados. Tenho alguns amigos que receberam, mas outros não. Recebeu mais quem estudou em escolas do centro de Belém, ou em colégios públicos conhecidos. Quem estudou na periferia não recebeu os chips”, conta o estudante Jaime Silva.

Entre outros problemas relatados pelos estudantes está a dificuldade de acesso ao aplicativo de cada escola. Além disso, eles contam que os professores não enviam as atividades no tempo correto e, devido à isso, os alunos ficam sem receber o conteúdo necessário.